Um sonho tão real pra mim
O dia em que você nasceu
Eu não podia acreditar o que o amor havia feito
Criou outro de nós, feliz.
Mostrou que a vida não tem fim...
Encheu o nosso lar de amor, após o dia em que você nasceu.
Fazer bolinha de sabão
Soprar a sopa de feijão
A colherzinha um avião
Comer comer para poder crescer.
Quantas vezes eu nem sei contar
Te admirava sem me cansar
A luz bem fraca só pra te enxergar passos bem leves para não te acordar.
Um tombo ou no tropeçar, o dedo na alta tensão
Tudo ganhou mais emoção após o dia em que você nasceu
Eu me lembro fazia frio,você chorava sem parar
Mais no final vem correndo me mostrar um caderninho e uma lição

(Falado)
Porque talvez um dia as coisas mudem
Talvez um dia as coisas se invertam
Talvez um dia elas mudem de lugar
E elas sempre mudam as coisas sempre mudam.
Talvez um dia eu precise que você me limpe
Talvez um dia eu precise que você fique numa fila pra mim
Talvez um dia eu precise que você me alimente
Talvez um dia... Talvez um dia.

O tempo vai passar, eu sei.
Tudo vai mudar, talvez.
Mais não importa onde você estiver
Não se esqueça de quem ficou para trás
Não se esqueça do seu velho pai.
Um sonho tão real pra mim....

Vídeo incorreto?