O que fazer
Minha entrega foi em vão
Se descobri
O inútil que as flores são
Rios de lamentos
Lagos solitários
Que refletem a dor
Escondem os bons momentos
Porque há algo em seus olhos
Que vêem o desconhecido
Sutil melancolia
De um futuro fatídico
Tentando sugar
Uma carga de solução
Que só desnorteia
E não orienta a razão
Agora sinto
As histórias têm fim
Linhas escritas
Orações sobre mim

Vídeo incorreto?