Eles levam uma vida
Suas falsas intenções
Juram a pés juntos
Toda a verdade nas suas ações.
Têm a mural
De nos olhar frente-a-frente
E depois risse de nós
Mas nunca à tua frente.

Vendem as palavras
Como de prata se tratasse
Aproveitam-se dos fracos
E aparecem num impasse.
Fazem-se de amigos sempre que interesse estar contigo
Esquecem-se de nós quando já não é preciso.

Tudo nesta vida é de interesse pessoal
Mesmo assim ninguém muda
Sabendo que está mal.
Tudo nesta vida é de interesse pessoal
Toda a gente crítica
Mas também faz igual.

Vendem suas palavras
Como de prata se tratasse
Aproveitam-se dos fracos
E aparecem num impasse.
Têm a mural
De nos olhar frente-a-frente
E depois risse de nós
Mas nunca à tua frente.

Mas eu não quero ouvir o que tu tens para me dizer
Quando falas assim
Para me convencer.
Fazem-se de amigos sempre que interesse estar contigo
Esquecem-se de nós quando já não é preciso.

Tudo nesta vida é de interesse pessoal,
Mesmo assim ninguém muda
Sabendo que está mal.
Tudo nesta vida é de interesse pessoal,
Toda a gente crítica
Mas também faz igual.

Mas também...

Vídeo incorreto?