Mal nasce o sol, quando me levanto
Os dias de outono me fazem lembrar
Da tristeza das árvores ao seu pranto
Sentindo como se suas folhas fossem filhos

Filhos de nossa pátria
Vendidos pela mídia e fraquejados pelo chão

Um dia sonho em poder lutar e poder dizer
Que não mais nos renderemos não deixaremos ser
humilhados

Mal nasce o sol, quando me levanto
Os dias de outono me fazem lembrar
Um dia normal, mais um assalto a banco
Alguém já me disse que precisamos lutar

Contra supostas mentes idiotas
que só pensam em sua glória

Provar que somos evoluído e civilizados
Seremos um todo igual,
seremos um povo a comemorar

Presidentes já passaram por aqui
Me perguntando qual o nome do meu país
Não se sabe como estão no poder
Nem seu passado, nem do seu conhecer
Algo me diz que a justiça não existe e se existe onde
estará?
Nos tribunais ou na selva? Animais lutando pra
sobreviver...

(Todo Sangue Derramado, todo Sacrifício da Vida,
todo sofrimento se resume ao suor que escorre pelo seu
rosto
Pisam em você e não te dão chance de crescer
eles te trancam em porões, amordaçam seus punhos,
vendam seus olhos e te cegam da verdade
Há muito Tempo Lutamos contra isso: Tudo que é
injusto,tudo que é errado.
Poderíamos viver sem impostos que te fazem sofrer no
final do mês
Isso tudo é muito Fóda!)
E com isso aprendemos a não olhar mais pra trás