E eu, não vou deixar as pedras proclamarem
E eu, prostrado aos teus pés vou te adorar
Porque eu, no arado pus a mão não volto atrás
Enxerta meu coração com teu amor meu senhor

E eu, não vou deixar meus lábios se calarem
E eu, quero por inteiro me entregar
Porque eu, deixei o meu passado para trás
Enxerta meu coração com teu amor meu senhor

Quem vai nos separar do teu imenso amor?
(será a guerra?)
Quem vai nos separar do teu imenso amor?
(o perigo ou a fome?)
Quem vai nos separar do teu imenso amor?
Nada vai, nada vai
Nas garras da graça é onde eu quero estar

Vídeo incorreto?