Hoje vai ecoar
Pelos quatro cantos o nosso cantar
Quebrando quebrantos
Vencendo barreiras
Virando trincheiras

E ao revoar
Brancas aves no céu, vem anúnciar
O brilho das estrelas
Nuvens feito algodão
Inspiram com intensidade
O nosso refrão

Hoje temos certeza...Que não estamos sós
Mostrando a força que tem nossa voz

Não vou mudar...O samba é minha raiz
Sempre foi meu lugar
Eu vou ficar...Batendo na palma da mão
Até o dia raiar

E ao som do pandeiro, tocando maneiro
Vem o violão
O tantã na cadencia, sinto a influencia
e começo a cantar
E quando chega o partido
Logo me ponho a versar
Nem que o mundo pegue fogo
Do samba eu não corro
Me deixe queimar!