Hello (tradução)


Eu nasci no coração da temporada de furacões
Na casa em que minha mãe foi criada
Aquele velho vento de setembro me lembra um amigo antigo perdido
E eu...

Eu quero correr através aquelas árvores de algodão
Dormir em uma grande cama de folhas frescas
E em cada vento que sopra, tem uma música de deixar para trás
Não é adeus, é olá

Quando nos conhecemos debaixo do céu azul do verão
E aquele céu de verão se tornou outono
Aquele doce vento de setembro nos fez mais do que amigos
Em uma noite...

Nós corremos através aquelas árvores de algodão
Fizemos amor em uma grande cama de folhas frescas
E em cada vento que sopra tem uma inocência que sabe
Que não é adeus, é olá

O momento que uma coisa acaba
É o mesmo que outra começa
E retorna como deveria
De cinzas viramos poeira, amén

Quando os dias da minha juventude murcharam
E as memórias são tudo o que sobrou
Deixo aquele velho vento de setembro me levar aonde estive
E eu...

Eu posso correr através aquelas árvores de algodão
E lembrar do cheiro daquelas folhas frescas
Agora em cada vento que sopra, tem uma parte de mim que sabe
Que não é adeus, é olá