Sopro as velas como quem não quer
Ver apagar
Eu sempre soube muito bem aonde
Isso vai dar

Toda vez que eu ganho uma, perco duas
Toda vez ela me estica e me puxa

Ela vai me acorrentar na areia e
Esperar a razão me devorar
Quanto mais me afundo mais difícil
De escapar
Nadar até a superfice e te alcançar

Eu não suporto esses balões e nem
Os 'com quem será'
E eu nem conheço a maioria
Das pessoas

Vídeo incorreto?