Tudo aquilo que queres ouvir
Já to disseram com muito mais sal
É tempo de poderes descobrir
Quanto é que o silêncio vale

Escuta cada entrelinha
Está lá tudo o que há para dizer
Põe a tua mão na minha
E ouve o marfim a correr

Meia palavra basta para falar de amor
Palavra e meia é muito, sê bom entendedor
Sê bom, sê bom entendedor,
Sê bom, sê bom entendedor
Meia palavra basta para falar de amor
Palavra e meia é muito sê bom entendedor
Sê bom, sê bom entendedor, sê bom...

Não sejas um filme tão espesso
Com mil voltas para ir daqui ali
Eu quero virar-te do avesso
E ler o que de melhor há em ti

Procura um sinal em cada olhar
Química não sabe mentir
Deixa o silêncio falar
Está lá tudo o que é preciso ouvir

Meia palavra basta para falar de amor
Palavra e meia é muito sê bom entendedor
Sê bom, sê bom entendedor,
Sê bom, sê bom entendedor
Meia palavra basta para falar de amor
Palavra e meia é muito sê bom entendedor
Sê bom, sê bom entendedor,
Sê bom, sê bom entendedor

Não sejas delicodoce nem piegas
O amor avança sempre às cegas
Ele sabe o caminho, deixa-o andar
Não fales muito para não o assustar

Meia palavra basta para falar de amor
Palavra e meia é muito sê bom entendedor
Sê bom, sê bom entendedor,
Sê bom, sê bom entendedor

Vídeo incorreto?