Fios embolados e eu só vejo gato.
O que será que está rolando no pedaço?
Não são felinos,
Você sabe muito bem.
É clandestino
E eu sei que você tem.

Aqui nesse barraco é tudo precário,
Já tenho tanta coisa para me preocupar.
É filho chorando, mulher pedindo o que não tem.
Acho que o salário não vai dar.

E o gato vem para ajudar,
Se pendura para poder ligar,
Porque eu não quero luz de velas no jantar.

Senhor fiscal,
Aceite o meu acordo.
Eu não fiz por mal,
Eu sou feliz, eu sou do povo.

Fios embolados e eu só vejo gato.
O que será que está rolando no pedaço?
Não são felinos,
Você sabe muito bem.
É clandestino
E eu sei que você tem.

Aqui nesse barraco é tudo precário,
Já tenho tanta coisa para me preocupar.
É filho chorando, mulher pedindo o que não tem.
Acho que o salário não vai dar.

E o gato vem para ajudar,
Se pendura para poder ligar,
Porque eu não quero luz de velas no jantar.

Senhor fiscal,
Aceite o meu acordo.
Eu não fiz por mal,
Eu sou feliz, eu sou do povo.

Senhor fiscal,
Aceite o meu acordo.
Eu não fiz por mal,
Eu sou feliz, eu sou do povo.

Eu sou feliz, eu sou do povo.

Vídeo incorreto?