Ela lançou um olhar longo e frio


Ela me lançou um olhar longo e frio
E sorriu e me encarou nos meus braços
Ela ama me ver abaixar no chão
Ela não tem tempo para simplesmente ficar comigo
Sua face entre tudo que ela queria ser
Ser extrema, simplesmente ser extrema
Um pier quebrado num mar de ondas
Ela imagina por que, por tudo que ela quer ver...

Mas me levantei e andei por aí
E ocultei o pedaço aonde a arvore toca o chão...

O fim da verdade que estende o tempo
Que gastei ficando parado aqui nesse sonho pintado
Uma milha ou mais num clima estrangeiro
Para ver mais dentro de mim.

E olhando la pra cima, pro céu