Eu tenho medo do escuro
Da qualidade do nosso chão
Que não me caia por cima
A força de um verdadeiro não

É só pedir que eu me mudo
E você grita pra ter razão
Faz pouco caso de tudo
Se perde em outra multidão

Eu quero, se tiver coragem
De querer contrariado
Eu quero, se não for por tédio
Ou pelo ar que entra e sai
Demasiado

Vai, outra vez, e volta
Não sei dizer por quê
Mas vai, outra vez
Sente o gosto de uma liberdade que não quer e volta

Tem tantos dias que eu fujo
Você procura ter solução
Eu construindo este muro
Você desenhando ilusão

A nossa mágoa é tão funda
Qualquer esforço seria em vão
Futuro solto sem rumo
Silêncio virou repetição

Eu quero, se tiver coragem
De querer contrariado
Eu quero, se não for por tédio
Ou pelo ar que entra e sai
Demasiado

Vai, outra vez, e volta
Não sei dizer por quê
Mas vai, outra vez
Se quiser, eu paro de chamar, mas você vem e volta

Eu quero, se tiver coragem
De querer contrariado
Eu quero, se não for por tédio
Ou pelo ar que entra e sai
Demasiado

Vai, outra vez, e volta
Não sei dizer por quê
Mas vai, outra vez

Vídeo incorreto?