Ela saiu sem qualquer pretensão
Na condução, elegeu um banco só seu
E seguiu na contramão da cidade que torra ao meio-dia
Tanta agonia pra quê?
Por que ela partia?

Sem direção, sem hora pra voltar,
sem duvidar da pequenez de deus

quisera eu a ter feito ficar,
mas o que se faz quando não há lugar pra mais um?

Sem ter quem se importe
Sem ter a que tomar por norte
É muito forte quem tem alguém pra chamar de bem

Alguém a viu, alguns anos depois,
com um rapaz, a passear a dois
sem mais explicações:
virara imperatriz do chafariz da Praça dos Leões.

Vídeo incorreto?