Por favor, me perdoe
se eu ficar sentimental demais
dado o abalo que isso me traz
contorná-lo é assaz exigir
de que muito pouco dispõe
pra gastar se o assunto é sentir

Lá, lá, iá, lá, lá, iá, lá, lá, iá, lá...

É tão dolorido se despedir
é como se as rosas que outrora colhi
da noite pro dia virassem espinhos

Eu sei que não pareço feliz
o meu semblante é quem diz
o que me custa dizer
(2x)

Por favor, me perdoe se eu,
pouco a pouco, fui perdendo o gás
e, se antes eu era capaz de te amar,
hoje já não sou mais

Lá, lá, iá, lá, lá, iá, lá, lá, iá, lá...

É tão dolorido se despedir
é como se as rosas que outrora colhi
da noite pro dia virassem espinhos

Eu sei que não pareço feliz
o meu semblante é quem diz
o que me custa dizer
Não me obrigue a repetir
a mudez fala por si
sem se deter em porquês

Lá, lá, iá...

Vídeo incorreto?