A menina da esquina
Que veste minissaia
Que debocha do destino
Tudo ela vaia
Que vende fantasia
Vende o corpo por migalhas
Faz do sexo o seu meio de viver

O seu sonho de menina
Perdeu-se nas esquinas
E, na porta do boteco,
Faz seu ponto predileto
É obrigada a ouvir
Cantadas e palavrões
Dos que usam o seu corpo pra sorrir

Alguém ama você
Sem interesse no seu corpo
Ele não olha aparências
Ele vê o coração

Jesus ama você
Menina de esquina
Ele cura suas feridas e desfaz a ilusão
És importante
Para um Deus que tudo vê
Que deu seu filho amado
Pra morrer só por você

Vídeo incorreto?