Gosto de paixão daquelas que arrebenta
Que arde feito pimenta, quando chega arrepia
Gosto de paixão daquelas que pega fogo
Fico tonto, fico bobo, a vida é só alegria

Mas se por acaso me sinto abandonado
Fico tão desesperado e a tristeza me judia
Quando me sinto sozinho
Vou em busca de carinho e só volto no outro dia

Pega no meu pé, gruda no meu pé
Com jeitinho uma mulher
Faz de mim o que quiser, eu não vivo sem carinho
Pega no meu pé, gruda no meu pé
Tô carente apaixonado
E eu preciso ser amado, eu não sei ficar sozinho!

Vídeo incorreto?