De galho em galho
Vi voando passarinho
Que de mansinho é que chega a liberdade
De flor em flor a borboleta vem sorrindo
E não se fala de outra coisa na cidade
Ela fugindo de um colecionador
Ele com medo da PM distraída
De vento em vento se encontraram numa flor
E não se fala de outra
coisa nessa vida
Com muitos toques,
ela fez o seu contato
Ele emplumado pra
causar boa impressão

E eram dois a bater asas pelo mato
Sincronizados nos
arroubos da paixão

De galho em galho,
vai voando o passarinho
Que de mansinho
é que chega a liberdade
De flor em flor,
a borboleta vem sorrindo
E não se fala de outra
coisa na cidade
Mas toda história tem
o destino que merece
E a natureza fez por
bem de intervir
De mais a mais,
é cada qual com sua espécie
E não se fala de outra
coisa por aqui.

Vídeo incorreto?