De repente


Nascemos sem tempo
Sem nome nos braços
De uma mãe, um pai, e deus
Quando o mundo iria esperar por nós
Mil anos no esmagamento
Dos nossos olhos, sem medo, no temor
Então, calmamente, nós iríamos desaparecer no sono
Sem nada em nossas mentes
Hoo, hoo, hoo ..
E então nós desejamos sermos amados
Na pressa, nós nos tornamos
Algumas coisas que pensávamos que nunca seríamos
Ficamos surpresos com o nosso coração
Deixados cansados e marcados
Pelas noites passadas sentindo-nos incompletos
E todos aquelas noites, xingando em direção ao céu
Desejando por mais tempo
Todas as promessas que quebramos quando tentamos
Apenas desperdiçando o nosso tempo

Hoo, hoo ..

Nós envelhecemos de repente
E isso vem como um soco
No intestino, nas costas, no rosto
Quando parece que alguém gritou
E os nossos pais morreram
Então nós nos agarramos uns aos outros em seu lugar
E eu sinto a água subindo ao nosso redor
Talvez esteja tudo bem
Sim, eu sinto o mundo mudando de repente
Eu acho que vai ficar tudo bem

Hoo, hoo, hoo ..

E todos nós tínhamos uma esperança
Havia alguém cabisbaixo
Quando nós nos viramos uns para os outros
E para o chão