Planta negra


Você mordeu seu lábio
E na ponta
Da sua língua
Estava sua visão
Ele não tinha lidado
Com a maneira que você se sentiu
Com jeitos
Que se adequavam á você

Tem cortes de papel
Das cartas de amor
Que você nunca deu á ele
Poderia não conhecer
Suas recém achadas necessidades
Para se portar mal

Porque
Porque você diria que sente muito
Oh, porque você diria
Porque você diria

Você disse que
Havia uma importunante falta de sorrisos
Quando dançando às suas costas
Ternura em grande quantidade, mas
Isso não foi o que você desejou
Há buracos em corações
O desejo começa a fazer demandas
E caro garoto
Você seria um tolo
Ao fazer seus planos com ela

Porque você diria que sente muito
Oh, porque você diria
Porque você diria que sente muito
Oh, Porque você diria que sente muito
Oh, porque você diria

Quando é apenas uma
De muitas balas
Que você vai abocanhar
Enquanto espera
Por um raio de
Esperando
Por um raio de luz
Esperando
Por um raio de luz

Tem cortes de papel
Das cartas de amor
Que você nunca deu á ele
Poderia não conhecer
Suas recém achadas necessidades
Para se portar mal

Porque
Porque você diria que sente muito
Oh, porque você diria
Porque você diria que sente muito
Oh, Porque você diria que sente muito
Oh, porque você diria
Porque você diria que sente muito