Paredes sufocantes


Outro dia é posto para desperdiçar mutilado pela minha graça caída
Eu estou de joelhos novamente, a minha alma está se esgotando
Procurando alguma clareza profundamente dentro desta miséria
Não há ninguém mais para culpar, então eu grito seu nome

Levante-me para que eu possa derrubar
Estas paredes sufocantes
Quebre essas costelas
Questione meu coração
Conquistando esses demônios sufocando a razão
Nesta cela integral
Dê-me força
Livre-me de mim mesmo
Eu posso ouvir seu chamado quebrando essas paredes sufocantes

Minha inocência é sepultada
As cinzas do meu próprio excesso e apenas a culpa permanece
A sombra da minha cadeia
Tentação corta direto ao núcleo de uma ferida aberta que não posso ignorar
Mas agora eu reconheço esta bênção disfarçada

Levante-me para que eu possa derrubar
Estas paredes sufocantes
Quebre essas costelas
Questione meu coração
Conquistando esses demônios sufocando a razão
Nesta cela integral
Dê-me força
Livre-me de mim mesmo
Eu posso ouvir seu chamado quebrando essas paredes sufocantes

Livre-me
Livre-me
Livre-me
Livre-me

Estas paredes sufocantes
Quebre essas costelas
Questione meu coração
Conquistando esses demônios sufocando a razão
Nesta cela integral
Dê-me força
Livre-me de mim mesmo
Eu posso ouvir seu chamado quebrando essas paredes sufocantes
Quebrando essas paredes sufocantes