Há um rio que corre do teu trono ôh deus
É morada do altíssimo,
Vem curando e limpando os que são teus
São as águas do espírito

O cheiro dessas águas a esperança é ronavada
Novos frutos darei
Beberei dessas águas
E a minha sede, eu saciarei

No teu rio, eu vou me lançar
Meu coração, purificar
A terra seca, tu transformarás
Em manancial de águas vivas

Há um rio que corre do teu trono ôh deus
É morada do altíssimo,
Vem curando e limpando os que são teus
São as águas do espírito

À margem deste rio
Como árvore frutifera, eu crescerei
Instrumento de cura e alimento
Às nações eu serei

No teu rio, eu vou me lançar
Meu coração, purificar
A terra seca, tu transformarás
Em manancial de águas vivas

E eu vou, mais fundo
Mais fundo, no teu rio mergulhar

E eu vou, mais fundo
Mais fundo, no teu rio mergulhar

No teu rio, eu vou me lançar
Meu coração, purificar
A terra seca, tu transformarás
Em manancial de águas vivas

Vídeo incorreto?