Talvez eu vá, talvez eu não vá


Talvez eu vá, talvez eu não vá

Eu não quero encontrar minha casa
Só imagino o que aconteceu com ela
Minhas mãos viraram pedras
Quem roubou todos os meus ossos?

Todos os meus poemas esquecidos são uma piada
O que eu sei, bebê de mamadeira rosa
Não dá pra ver? As pessoas envelhecem
Quando estão sozinhas

Talvez eu vá, talvez eu não vá

Sete dias sobre as conchas do mar
Afundamos tantas ligas
Você vai me visitar?
Finalmente encontrando sono
Nós mergulharemos nos sonhos

Sem afundar
Talvez eu vá, talvez eu não vá
Não dá pra ver? As pessoas envelhecem
Quando estão sozinhas

Talvez eu vá, talvez eu não vá
Talvez eu vá, talvez eu não vá

O clima está impecável
Nós estamos indo a um festival
Quando, de repente, tudo fica cinza
Não fique com medo
Do vento, ele não ficará assim

Ele sopra e vai embora
Ele sopra e vai embora, mas nunca mostra seu rosto

Não dá pra ver? As pessoas envelhecem
Quando estão sozinhas
O que eu sei?
Talvez eu vá, talvez eu não vá

Talvez eu vá, talvez eu não vá
Talvez eu vá, talvez eu não vá
Talvez eu vá, talvez eu não vá