Estrangeiro


Eu sou aquilo que procuras
Não precisas procurar mais
Estou necessitado da Tua salvação
Tu, Tu podes me dar esperança
Resgatar minha alma miserável
Tu és aquele
para quem eu oro

Eu sou como o estrangeiro
O órfão e a viúva

Continue a me guardar
Sustenta a vida em mim
Frustre as obras de todo o homem perverso
Deixa-me entrar eu Tua casa
Pai, defenda minha causa
Pleiteia por mim e por minha inocência

Assim como como um estrangeiro,
Sou um forasteiro em terra estranha
Assim como o órfão
Eu preciso de alguém que me tome pela mão
Assim como a viúva,
Eu preciso, agora, que me compreendas
e me salves.