Não é mentira
Não é verdade
Não venha me ganhar com seus trotes

A noite inteira
Ficou me olhando
Agora se aproxima de mim

Seu pai é tão rico
Sua mãe socialite
Seus primos burgueses também estão aqui.

Não olhe nos meus olhos
Não mexe comigo
Vou te levar pra cama
Então não brinque com o perigo

Vou te mostrar as nuvens
Você vai ver estrelas
Na manhã seguinte
Vai se lembrar dessa noite...

Então pegue o telefone
E me liga logo
Não se faça de difícil

Esquece o espelho
Seus olhos não olham outros
Quando refletem o seu rosto.

Seus ensaios de conversa
Se improvisam quando eu falo
Posso te ver sorrindo
De vergonha e de desejo.

Você me manda beijos
Da janela do seu quarto
Eu finjo que não vejo
Mas por dentro eu não resisto.

Vídeo incorreto?