Tenho possibilidades
De me tornar louco,
Eu não sei se isso é certo,
Se minha imaginação é fértil
Ou se eu já sou alienado.

Vou tomar uma cerveja,
Uma dose de conhaque,
Vou sair dessa peleja...
Eu não tenho pra onde ir,
E fico vagando pelas ruas

Até encontrar
O que chamam de amor,
Até sentir o que chama dor,
Ate viver felicidade.

Eu não tenho que ser
Igual a todo mundo
Só porque sou diferente
Não quer dizer que isso é um surto;

Eu passei a minha vida
Procurando paz,
Encontrei em cada rosto
Uma face do mau...

As pessoas brincam de ser felizes,
Vivem de aparências
E acham que isso é vida.
E eu...

Eu,
Posso até ser louco
Mas eu vivo do meu jeito.
Não importa o que falam
Eu quero ser feliz!

Vídeo incorreto?