Adeus São Paulo adeus meus pais
Vou me embora pra Goiás e talvez não volto mais.

Dois corações que se amam viver longe não convém
O meu amor foi se embora preciso partir também
Vou fazer a despedida daqui para muito além
Adeus São Paulo querido sigo no primeiro trem.

Minha mãe quando eu partir não chores tanto eu lhe peço
Não vivo sem meu amor francamente eu lhe confesso
Sei que a goianinha chora aguardando o meu regresso
Por isso deixo São Paulo e para sempre eu me despeço.

Quando o pensamento vai onde a vista não alcança
Coração sofre demais no peito a saudade avança
Dois amores quando é sincero sofre e não perde a esperança
Quanto mais nos dois se amam desde o tempo de criança.

Minha mãe me deu um conselho pra eu desistir de meu bem
Sei que eu não resistirei vê-la nos braços de alguém
Cada um tem sua cruz sem ela não vai ninguém
Porque quem tem amor sofre quem não tem sofre também.

Vídeo incorreto?