Quando eu vim lá da Bahia...
Rumo á são Paulo eu meti os peito...
Baiano veio de pau-de-arara...
Ser pobre não é defeito...
Eu vim pra ganhar dinheiro...
Serviço eu não enjeito...

Só que eu tô com uma vontade...
De comer côco que não tem jeito...

No começo foi difícil...
Passei por caminho estreito...
Amizade com malandro...
É coisa que eu não aceito...
Comecei a trabalhar...
Hoje eu vivo satisfeito...

Só que eu tô com uma vontade...
De comer côco que não tem jeito...

Tudo que Deus Fez por mim...
Eu acho que foi bem feito...
Tudo o que eu pude fazer...
Procurei fazer direito...
Em são Paulo eu sou tratado...
Com carinho e com respeito...

Só que eu tô com uma vontade...
De comer côco que não tem jeito...

Quero rever a Bahia...
Porque tenho esse direito...
Nosso senhor do Bonfim...
Trago dentro do meu peito...
Eu sonho com a Bahia...
Mas são Paulo é meu leito...

Só que eu tô com uma vontade...
De comer côco que não tem jeito...

Vídeo incorreto?