Vai boiada deixando poeira pra traz
Eu vou com você boiada eu vou e não volto mais

A boiada vai pro corte eu no corte já estou
No corte da ingratidão que o senhor me preparou
Com muita dor e tristeza vou levando esta boiada
Se a dor ocupasse espaço não cabia nessa estrada

Vai boiada deixando poeira pra traz
eu vou com você boiada eu vou e não volto mais

Nesta boiada vai boi que puxou carro e arado
Sofreu debaixo de canga sem receber ordenado
Eu também sofri na unha de um senhor muito malvado
Que a custa do meu suor tesouro ele tem guardado

Vai boiada deixando poeira pra traz
Eu vou com você boiada eu vou e não volto mais

Engoli muita poeira em cima de um arreio
Esperando a recompensa que até agora não veio
Boiadeiro e boiada são dois filhos de ninguém
Nas mãos de um senhor malvado boiadeiro é boi também

Vai boiada deixando poeira pra traz
Eu vou com você boiada eu vou e não volto mais

Vídeo incorreto?