Vem cabelo preto
venha me matar
Eu não morri ainda
vivo a te esperar

É um ditado muito certo
Quem espera sempre alcança
E de esperando por ela
Não morreu minha esperança

Vem cabelo preto
venha me matar
Eu não morri ainda
vivo a te esperar

Deito na cama não durmo
Parece que tem espinho
Sem dinheiro a gente vive
Só não vive sem carinho

Vem cabelo preto
venha me matar
Eu não morri ainda
vivo a te esperar

Meu sangue corre na veia
Faz bater meu coração
Se eu falar o nome dela
Meu sangue corre no chão

Vem cabelo preto
venha me matar
Eu não morri ainda
vivo a te esperar

Vivo no meio do povo
Carregando minha dor
O povo pede justiça
E eu vivo pedinda amor

Vem cabelo preto
venha me matar
Eu não morri ainda
vivo a te esperar

Vídeo incorreto?