Certa vez me despedi chorando...
Da mulher que um dia eu quis tanto bem...
Como se não bastasse a distância...
Pra sempre perdi seus carinhos também...
E agora ao longo da vida...
Me entrego as tristezas deste amor sem fim...
Eu vivo curtindo a saudade...
Por esta mulher, que não gosta de mim...

Este alguém destruiu os meus sonhos...
E sorri por me ver sofrer...
Pra viver sempre neste abandono...
É melhor, bem melhor morrer...

Quantas vezes namorando a lua...
Eu fui seresteiro e fiz trovas de amor...
Hoje longe da mulher amada...
Meu canto é um gemido de tristeza e dor...
Só me resta uma triste lembrança...
Porém eu não sei se consigo voltar...
Me perdi num caminho de trevas...
Carregando a cruz do meu triste penar...

Este alguém destruiu os meus sonhos...
E sorri por me ver sofrer...
Pra viver sempre neste abandono...
É melhor, bem melhor morrer...

Vídeo incorreto?