O desprezo da mulher ingrata
Mandou pra mim um mundo de paixão
Quem foi que disse que paixão não mata
Quando estraçalha um pobre coração
Não matei e não roubei não sou desertor de guerra
Pra viver tão judiado aqui na face da terra
Estou gemendo e chorando cantando os versos meus
Meu crime é amar demais tenha dó de mim meu deus
O desprezo da mulher ingrata
Mandou pra mim um mundo de paixão
Quem foi que disse que o amor não mata
Quando estraçalha um pobre coração
Amo muito uma pessoa que não sabe querer bem
No lugar do coração é uma pedra que ela tem
Vou partir pra outras terras é grande meu sofrimento
A saudade vai no peito e você no pensamento

Vídeo incorreto?