Oh! Minha mulher amada...
Minha fonte de poesia...
Se eu tivesse mil vidas...
Mil vidas eu te daria...

Vou buscar ouro do sol...
Vou trazer prata da lua...
Pra enfeitar o seu mundo, sua casa e sua rua...
Eu vou dar o que não tenho, é a verdade nua e crua...
Enquanto Deus me der vida...
Minha luta continua...
Se ficar vermelho o chão...
Sangue do meu coração...

Derramei por... causa sua...

Oh! Minha mulher amada...
Minha fonte de poesia...
Se eu tivesse mil vidas...
Mil vidas eu te daria...

O meu rival é um mocinho...
Ricaço e conquistador...
Sou um simples caboclinho, não passo de um cantador...
Sou uma ave sem ninho, eu sou um jardim sem flor...
Sou um céu sem as estrelas...
Eu sou um mundão de dor...
Vou quebrar lanças de aço...
Se eu cair aos pedaços...

Foi por você... meu amor...

Oh! Minha mulher amada...
Minha fonte de poesia...
Se eu tivesse mil vidas...
Mil vidas eu te daria...

Vídeo incorreto?