Ergam as taças

Ergam as taças gritem glórias
E tua vitória sobre mim
Morro, estou morrendo
Vens depressa estou no fim
Vens ver como morre um homem
Já podes cantar glória
Traga os amigos, também bebidas
Vens brindar a tua vitória

Não vá sujar o teu vestido
Neste ambiente onde vivo sofrendo
Pobre e bem escuro
Não tens o luxo que está vivendo

Mas não foi nos botequins onde bebo
Nem nas sarjetas, nem mesmo no chão
Que com amor puro e sincero
Recebi tua negra traição

" Tu me encontras caído, com o corpo já no fim da vida.
Mas quando o remorso baixar os teus olhos, verás minha fronte bem erguida, bem erguida"

Vídeo incorreto?