Então tá certo o canto e sabe
Eu canto sem parar
Passo notas noto passarinhos
Pelo ar
Assim eu sou alquimista
Tupi
Me entrego nu, pardo, lati no que

A vida é tão veloz, é
Dos ventos minha voz
Estica até o céu pelo chão
As flores brotam o pão
É som e luz e saber
Viver é deixar viver

E sigo certo que o caminho que
Ainda é o que há de mim
Cada parte me carrega e eu
Carrego assim
A praia a seca o verde a força
Flores sol

Se eu sou pernambucano
Nordeste e brasil
Se eu sou do mundo eu sou
Também de outros, viu?
Se tudo isso eu sou
Eles também me são
E juntos somos som pelo salão
Passos de frevo tantos tem
A música move o mundo
Move dançando

Queres nesta noite ser meu par?
Rodar pela praia ao som do mar a mil?

Anos nossos corpos cantam e
Ouvem essas canções
Não me obrigue não despeje em mim obrigações

Porque poeta já nasce assim
De olhos fundos e da cor do céu
De olhos fundos e da cor do céu
É que em mim
Desenha o nome e dá cor
Cantar no ar as mais lindas
Interpretações

Eia a poesia
Sou a poesia

E é tão natural
Tal nasce uma flor
Para transformar
Botar amor onde não há
Botar valor onde não há

Sábios me ensinaram aprendi
Nada se aprende
Tudo está solto e os nós
Livres

Vídeo incorreto?