Pode o podre me acertar
Mirar cada torre em mim
Mestres, monges, sabiás
Sabem por fim o que eu faço
Aqui

Jornalecos falarão
São e sabem bem que são
Pedras todo caminho tem
Pedras fazem mal e bem também

Mais sabe o sol sobre mim
Livre salta

Da alma inteira luzes pelo ar
Tal qual bandeira solta pelo
Céu
Queira ou não queiram-me gira
Mesmo assim

Sim dos ventos aprendi
Nada pode me impedir
Sou a chuva e o trovão
Sonho, pedra, pó e eles me são

Mais pode o céu sobre mim
Livre salta

Cada cantinho sabe o seu lugar
Tal passarinhos nasce pra voar
Sei que o mundo me fez

Vídeo incorreto?