O amanh?ir?


V?omo a neve que cai, gentilmente derrete na minha m?
Desaparecendo at?ada restar… Como se nunca tivesse l?stado
N?parece que as coisas mais importantes s?as mais fr?is…
N?podemos agarr?as, elas simplesmente se escapam silenciosamente

Num distante canto do universo
Encontramo-nos por acaso
Quero chamar-lhe milagre, este sentimento
E quero que s? saibas

Mas n?sou bom a dizer o que realmente quero
Vagueando, buscando… ?assim que tenho vivido
Agora, creio ter encontrado a minha ?a e preciosa luz
Mas se eu tentar persegui-la, ela apenas foge… O futuro n?est?ecidido

Enquanto par?s ao longo do caminho, outra e outra vez,
Partilh?s sorrisos e l?imas
Tu e eu fizemos esta jornada
E essa ? ?a verdade da qual estou seguro

Quando a chuva cair, serei o guarda-chuva que te cubra
Quando o vento soprar, serei o escudo que te proteja
E ainda que no escuro da noite
O amanh?ir?e certeza

As flores que desabrocham na Primavera
E as praias de areia no Ver?
Uma noite de Outono
E um ponto luminoso no Inverno

N?importa quantas esta?s v?e v?,
A nossa prece transcender?nclusive o tempo e o espa?
Longe… (Numa ponta do universo)
Longe… (Penso em ti)

Quero chamar-lhe milagre, este sentimento
E quero que s? saibas

Enquanto par?s ao longo do caminho, outra e outra vez,
Partilh?s sorrisos e l?imas (mais e mais)
Porque esta viagem que fizemos juntos (esta viagem)
N?se ir?implesmente extinguir

Quando a chuva cair, serei o guarda-chuva que te cubra
Quando o vento soprar, serei o escudo que te proteja
E ainda que no escuro da noite
O amanh?ir?e certeza
Quero dizer-te s?ti
Que o amanh?ir?e certeza