Adeus Rio Grande adorado,
torrão amado onde eu nasci,
adeus morena formosa,
botão de rosa que eu conheci.
Adeus minha gauchada,
cumpanherada
com quem vivi,
eu deixo o meu rincão
mais meu coração } bis
deixarei aqui.

Estribilho:
Eu vou me embora,
não sei até quando.
Adeus meu rincão,
adeus Rio Grande,
partirei chorando.

Adeus morena bonita,
linda gauchita
que eu tanto amei,
dançando a chimarrita,
toda catita
que eu te encontrei.
Adeus bosques e lagos,
adeus meus pagos
onde eu me criei,
levo os óio raso d'água
mais não é de mágoa } bis
sei que vortarei.

Eu vou me embora...

Vídeo incorreto?