Bandeireiro que vai, bandeireiro que vem
pro meu lar vem trazer a benção.
A bênção que me traz, do Divino a paz
que elegra nosso coração.
Que alegra nosso coração, ai, ai...

(coral)

O Divino chegou, todo mundo beijou
com respeito e humirdade.
E pedindo oração, que proteja o sertão,
abençoe toda a humanidade.
Abençoe toda a humanidade, ai, ai...

(coral)

Diga lá quem quisé, gente boa e de fé
é o romeiro lá do meu sertão.
Criancinha e muié, corta légua de a pé
pro Divino fazê louvação.
Pro Divino fazê louvação, ai, ai...

(coral)

Pois eu quero vortá, para sempre morá
no sertão que ficou tão além.
Assistir à festança, o terço e a dança
que na cidade não tem.
Que na cidade não tem, ai, ai...

(coral)

Vídeo incorreto?