Barqueiro que vai pra longe e pesca para viver.
Famia fica rezando pra pescaria render.
No rancho muié e fio não tem nada pra comer. (bis)

O vento balança o barco, da meia-noite pro dia.
O barqueiro vem s'embora, estragou a pescaria.
É fraca a luz da candeia, a madrugada está fria. (bis)

As onda tão borbulhando, fazendo chuá-chuá.
O barqueiro encosta o barco, já vem vindo temporá.
No céu está trovejando, barqueiro pega a rezá. (bis)

A nossa vida é um barco, onde nói vive a remar.
Jesus é nosso barqueiro travessando o rio e o mar.
No porto da eternidade é onde vamo parar. (bis)

Vídeo incorreto?