Os olhos pretos são falsos
Os azuis falsos também
O castanho é falsidade
Que nem os olhos do meu bem.

Eu queria esconder
Por mais tempo a minha dor
Já não posso esperar
A decisão do teu amor.

Vai cartinha venturosa
Levando meus tristes ais
Quem tem seu amor padece
Quem não tem padece mais

Me responda a minha carta
Ou venha perto de mim
Que os prazeres duram pouco
E a tristeza não tem fim.

Não repare a minha letra
Por estar amarelada
Foi escrita no sereno
No luar da madrugada

Vídeo incorreto?