Quero ver-te novamente amor querido nos braços meus
E morrer crucificado na cruz ardente dos braços teus
Cortar um botão de rosa que a natureza transforma em flor
Foi assim tua partida na primavera do nosso amor.

Tua decisão não compreendi essa ingratidão eu não mereci
Diga meu amor o que foi que eu fiz para te querer e não ser feliz.

Eu pedi à padroera na hora triste do nosso adeus
Merecer de novo a graça de ver meus olhos nos olhos teus
Passa mês e passa ano e a minha vida levo a chorar
Pois só tive desingano pela aventura de te amar.

Tua decisão não compreendi essa ingratidão eu não mereci
Diga meu amor o que foi que eu fiz para te querer e não ser feliz

Vídeo incorreto?