Eu vou deixá meu querido Rio Grande
Eu vou contá este meu sofrimento
Eu era noivo duma linda China
Tava marcado o nosso casamento
Ela fugiu com um cabra aventureiro
E esqueceu do nosso juramento.

Sai correndo como as foias seca
Que sem destino acompanhando o vento
Peguei meu pingo , bati rasto afora
Hoje eu mudei este meu pensamento
Não vale apena gastar uma bala
Ai no couro ruim desse mau elemento.

Estou morando neste chão paulista
Deixo a querência e muito sentimento
Meu apelido é Gaúcho Alegre
Ninguém conhece meu padecimento
Eu canto Xotes lá do meu Rio Grande
Meu zóio chora, mais eu não lamento.

Eu danço e brinco com todas as moçada
Mas tudo dentro do regulamento
Eu canto moda que inté as véia chora
As morenada querem casamento
Meu coração é como a flor do campo
Que ela nasce e morre ao relento.

Vídeo incorreto?