Um certo dia eu perdi tudo que eu tinha
E com família minha pra cidade me mudei
Mais o dinheiro que não traz felicidade
Demonstrou que na cidade o caboclo não tem vez.

Aí, na cidade, pois é tudo diferente
E não pra toda gente que pode acostumar
Pois a palavra de caboclo tem valor
Trata tudo com amor, pro sertão quero voltar.

Não sou contrário a esta vida da cidade
Tudo tem capacidade do operário ao doutor
Homem do campo que garante a plantação
E o sustento da nação sai da mão do agricultor.

Homem do campo que sirva de lição
Nunca saia do seu chão pra cidade aventurar
Não tem dinheiro, ai que pague a natureza
Pois toda essa beleza é só Deus que pode dar.

Vídeo incorreto?