MEU CANÁRIO - schottish (Tonico / Anizio J. Teodoro) Tonico & Tinoco - CONTINENTAL - 17.366-A / CABOCLO - CS-237-A


Eu comparo a minha vida dum canário na gaiola,
Ele canta no poleiro, eu no braço da viola;
Meu coração prisioneiro, toda coisa me amola...
Passarinho companheiro, teu cantar que me consola!!!
II
O canário ficou triste, desde quando ela foi embora,
Eu soluço no meu pinho, meu canário também chora;
Eu saio para noite escura, sempre dormindo p´ra fora,
Só p´ra fazer serenata, no bairro que ela mora...
III
Me recebeu com desprezo, voltei logo sem demora,
Chorando só de saudade, que meu peito não escora;
Eu tenho um retrato dela, onde eu olho toda hora,
O desprezo de um amor, só compreende quem namora...
IV
O seu rosto é um jardim, e tem flor que não descora,
Lábio de botão de rosa, abre no romper da aurora;
Os seus olhos são dois lírios, só orvalham quando chora,
Seu coração é um suspiro, que do peito foi embora...

Vídeo incorreto?