Coração congelado, não tenho amor, tenho dó
Amo meu pais, meu dinheiro, uns amigos e só
Minha visão é além do alcance tipo olho de tandera
Quem nunca pecou, que atire a primeira pedra
Meu som é pra jovem.. pra adulto também
Não me restrinjo a fazer e dizer que é pra ninguém
Minha música, se expande tipo h1n1
Falar é fácil, mas chegar aonde eu "tô" não é pra qualquer um
Não perdôo, não sou jesus, mas me crucificam
Me odeia? me odeie!. enquanto outros me imitam
Sou ídolo pra alguns... compondo o meu enredo
Eu manipulo multidões, é isso que te causa medo
É cômico, irônico sempre odiei o colégio
Mal educado? não, sou um cara bastante egrégio
Mas aturar desaforo todo dia é sacrilégio
Aonde só tem filho da puta nao merece privilégio

[refrão]
Sei porque você gosta de mim
Porque eu to pouco me fudendo e digo o que to afim
Sei porque você gosta de mim
Meus ideais são esse... e foda-se! foda-se! foda-se!

Não sou político pra dizer o que você quer ouvir
Mesmo sabendo que depois nada vai se cumprir
Quem ta no alto fica, quem nao ta, não pode subir
Sou tipo o último a tentar, e nao to afim de cair
Nao sou ameaça, mas se quiser pode considerar
Deixa um olho aberto quando você for se deitar
No seu pior pesadelo você vai me encontrar
Fazendo tudo o que você faz com todos em todo lugar
Sou tão insano, que nego acha minha rima medonha
Se você ta contra essa porra, se oponha
Vou te infernizar tanto que tu vai ficar com vergonha
Tipo playboy drogado na marcha em pró da maconha
Minhas rimas... saem tipo bala perdida
Não tenho medo de atirar, nao quero raiva contida
Mas as minhas não matam, deixam sua mente ferida
Fazendo você pensar, antes de uma atitude fodida

[refrão]
Sei porque você gosta de mim
Porque eu to pouco me fudendo e digo o que to afim
Sei porque você gosta de mim
Meus ideais são esse... e foda-se! foda-se! foda-se!

Passei por coisas, que toda minha raiva interna se alterna
Quer pisar em mim? dou a volta por cima e quebro sua perna!
Você não me acerta, erra! isso é caos como uma guerra
Minha rima é tipo jason, decepando com sua serra
Neguin, não tem praonde correr
Cansei de me fuder nessa vida, agora eu que vou fuder
Quando moleque diziam que eu não ia vencer... caô!
Calem a merda da boca, esse moleque agora é vencedor!

Vídeo incorreto?