Às vezes, penso que não queria ter nascido
Nesse mundo podre e sujo
Andando em ruas escuras
Tropeçando em miséria e fome

Pessoas se autodestruindo
Caminhando a beira da morte
Consumidas pelo ódio
Matando por prazer

Miséria
Em todo lugar
Terror e violência
Nos encaminharão a
Destruição fatal

A ganância corroe a nossa mente
A violência vive ao nosso lado
A doença não poupa o inocente
A morte não nos livra do passado

Miséria
Em todo lugar
Terror e violência
Nos encaminharão a
Destruição fatal

As sirenes da destruição
Ecoam nas ruas desertas
Trazendo pânico a população
Que espera um dia ser liberta

Vídeo incorreto?