Quando a luz da manhã
vem clarear tua ausência
Fico troncho de saudades e choro
Quando chove de manhã
cheirando à terra molhada
Lembro a tua falta e choro

Se o sol brilha
na manhã de um novo dia
E um novo dia
sempre traz um recomeço
Tudo que peço
todo dia é tua volta
Pra ter de volta
a luz do lhar que me alumia

Sem teu olhar
a paisagem é tão vazia
Que dá vontade
de voltar tudo ao começo
Tudo sem dor
tudo calmo e sem revolta
Como no tempo
em que a gente se queria

Hoje quando é de manhã
e a luz do sol vem aquecer
a tua ausência
Abraço tua saudade e choro
Se a chuva molha a manhã
cheirando a falta molhada
Lembro da nossa terra e choro

Vídeo incorreto?