Cabelo de moça feito correntes de ferro pra me amarrar...
Que ela não me ouça na cama com medo rogando pragas ao ar...
Suas histórias não vêm para me querer bem
O seu desejo faz do meu querer seu refém...

Sorriso de moça vem num farol que me cega a me aprisionar
Sorriso que arrasta meu tempo sem o meu contento escurece meu mar...
Sua vontade proposta precisa de alguém...
Sua verdade imposta perdida no além...

Bela, minhas noites pra ela.
Belas, minhas noites sem ela.

Vestido de renda tecido uma prenda presente no meu calcanhar...
Será que é de louça essas pernas de moça rasteiras a me derrubar
O seu segredo enredos revela o que tem...
Sua essência decência não serve a ninguém...

Bela, minhas noites pra ela.
Belas, minhas noites sem ela.

Bela, minhas noites pra ela.
Belas, minhas noites sem ela.

Vídeo incorreto?