Sinta, Pereira!
Na travessa do rio deixou
tuas roupas jogadas
na margem direita.

Sinta, Pereira!
Às avessas do fio,
traz peleja encharcada
e rama de oliveira.

Sinta, Pereira!
Sinta o frio do sudeste
ante a solidão agreste.

Antes que haja dor de arrependimento.
Antes que haja dor de arrependimento.
Sinta, Pereira!

Sinta, Pereira!
Na beirada do rio
deixou sua força na raça,
na conta da peneira.

Sinta, Pereira!
Na levada do trio
arrasta a sandália no piso,
já não há mais poeira.

Vídeo incorreto?