A ema gemeu, no tronco do Juremá
A ema gemeu, no tronco do Juremá

Foi um sinal bem triste morena, fiquei a imaginar
Será que é o nosso amor, morena, que vai se acabar

Você bem sabe que a ema quando canta
Tem no meio do seu canto um bocado de azar
Eu tenho medo, morena, eu tenho medo,
É muito cedo meu benzinho pra esse amor se acabar

Vem morena, (vem vem vem)
Me beijar, (me beijar)
Dá um cheiro, (dá um cheiro)
Pra esse medo, (se acabar)

Vídeo incorreto?